Aço plano tem alta de 26,4% nas vendas dos distribuidores em maio, diz Inda

Fator Brasil 25/06/2020

Mas, em comparação com o mesmo mês em 2019, segue abaixo 19,3%, mostra o Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda).

O Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), afirmou no dia 23 de junho (terça-feira), que os distribuidores de aços planos do Brasil tiveram alta de 26,4% nas vendas e reduziram estoques em maio ante abril.

Mas, na comparação com maio de 2019, a queda foi de 22% nas vendas, somando 209,8 mil toneladas.

Compras — As compras do setor, responsável por cerca de um terço do consumo de aço produzido pelas usinas siderúrgicas do país, fecharam maio em alta de 10,8% perante abril, com volume total de 198,5 mil toneladas, contra 179,1 mil. Mas, frente a maio do ano passado — 246 mil toneladas — apresentou queda de 19,3%.

Vendas — As vendas de aços planos em maio contabilizaram alta de 26,4% quando comparada a abril, atingindo o montante de 209,8 toneladas contra 165,9 mil. Sobre o mesmo mês do ano passado, quando foram vendidas 269,1 mil toneladas, registrou queda de 22%. O setor fechou maio com estoque de 848,8 mil toneladas, queda de 1,3% sobre abril e equivalente a quatro meses de vendas.

Estoques — Em número absoluto, o estoque de maio obteve queda de 1,3% em relação ao mês anterior, atingindo o montante de 848,8 mil toneladas. O giro de estoque fechou em queda, com quatro meses.

Importações — “Chapas grossas, laminados a quente, laminados a frio, chapas zincadas a quente, chapas eletro – galvanizadas, chapas pré-pintadas e galvalume — encerraram o mês de maio com alta de 32% em relação ao mês anterior, com volume total de 74,8 mil toneladas. Comparando-se ao mesmo mês do ano anterior — 126,8 mil toneladas — as importações registraram queda de 41%.

Projeções — Para junho de 2020, a expectativa da rede associada é de que compra e venda pelos distribuidores tenham uma alta de 18% em relação a maio.