Reajuste do aço

Valor Econômico 19/06/2020

Depois do anúncio de aumento de 10,5% nos preços da tonelada do aço feito pela CSN, outras siderúrgicas devem promover reajustes nas próximas semanas. Segundo o presidente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), Carlos Loureiro, já existe movimentação da Usiminas e da ArcelorMittal para promover esse aumento, também a partir de julho. “Aumento de preço vem muito por necessidade das siderúrgicas em função da elevação dos custos. Usiminas e ArcelorMittal também devem anunciar alguma coisa nas próximas semanas. Acredito que deverá ser ao redor de 10% o reajuste de preços promovido por essas companhias”, disse Loureiro.